A importância do queijo na alimentação infantil

A importância do queijo na alimentação de crianças e adolescentes

Ao longo da infância e da adolescência nosso organismo cresce sem parar e essa formação do corpo ocorre graças aos nossos hábitos alimentares. Dentre os alimentos consumidos nessa fase, existem alguns que permitem adquirir uma construção óssea ótima, como os produtos lácteos e mais precisamente, os queijos.

Qual é então o papel do queijo na alimentação infantil?

 

VIRTUDES DO QUEIJO NA ALIMENTAÇÃO INFANTO-JUVENIL

Rico em cálcio, em proteínas, em magnésio e em vitaminas, especialmente A e E, o queijos é um alimento completo e precioso que fortalece os ossos e os dentes. Age favoravelmente na atividade cardíaca e na contração muscular, favorecendo as atividades esportivas.

Seu teor de vitamina D, de fósforo e sódio permitem às crianças de se beneficiarem dos elementos nutritivos necessários ao seu crescimento.

Para que as crianças possam se beneficiar de um crescimento sadio e correto é necessário introduzir o queijo em sua dieta o quanto antes, pois sendo rico em vitaminas e sais minerais essenciais, proporciona o desenvolvimento do corpo e o bem-estar da criança ou do adolescente.

Composto dos mesmos elementos do peixe, da carne e dos ovos, o queijo apresenta-se como uma ótima opção de segundo prato, proporcionando uma alimentação sã e equilibrada. O queijo tem papel fundamental na mineralização da estrutura óssea das crianças.

melt

UTILIZAÇÃO DO QUEIJO

O queijo na alimentação infanto-juvenil representa uma excelente alternativa aos produtos açucarados comumente encontrados na dieta das crianças e dos adolescentes. Os jovens podem consumir o queijo de diversas maneiras. Podem colocar duas fatias de queijo entre duas fatias de pão; consumi-lo puro ou em  companhia de frutas, frescas ou secas. Sempre haverá um espaço para o queijo devido à sua enorme versatilidade. Ademais, sendo o queijo um alimento completo, com 99% de digestibilidade, basta uma pequena porção para aportar os nutrientes necessários.

Outro ponto muito positivo é que o queijo se apresenta em inúmeras tipos e formas, o que permite uma variação na forma de consumo, o que estimula a experimentação.

O QUEIJO NA ALIMENTAÇÃO DE CRIANÇAS NA EUROPA

Países como a França, Suíça e Alemanha, possuem programas especiais de incentivo ao consumo de queijos nas idades mais tenras. Os pais são estimulados a enviar sempre queijos para o lanche nas escolas. Como resultado, esses países estão sempre entre os países com maior número de crianças saudáveis e com o peso adequado.

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Fale Conosco