Uma das variedades mais populares de queijo é o Cheddar, assim denominado em homenagem à antiga e bela vila inglesa de Cheddar, na região de Somerset, próxima de Bristol, Inglaterra. A Joseph Harding, fazendeiro progressista que viveu na região, muitas gerações atrás, é atribuída a fabricação do primeiro Cheddar. Sua contribuição foi muito além da criação de uma variedade distinta de queijo.
cheeseb

 

Atualmente é um dos queijos mais consumidos mundialmente, principalmente nos países de língua inglesa como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Canadá e Nova Zelândia. Apresenta-se sob duas derivações: a primeira, segue-se à técnica tradicional inglesa, que varia sob alguns aspectos principalmente relacionados ao processo de maturação; a segunda é provavelmente a tecnologia mais empregada na atualidade, que é a americana.

Segundo o Prof. Jair Jorge Leandro, o que a maioria das lanchonetes vende como cheddar é uma massa processada, preparada com queijos variados, água e leite em pó, mais emulsificantes, aroma e corante artificiais. “Teoricamente, isso nem poderia ser chamado de queijo”, explica Leandro, pesquisador da área há mais de 25 anos e autor do livro Queijos: do Campo à Mesa (Melhoramentos, 2009).

Muita gente vai dizer que o cheddar “ilegítimo” é gostoso, se desmancha na boca e, provavelmente, não será dispensado por causa de um “erro” da indústria. Mas é bom saber que o cheddar original – nascido na Inglaterra e mais tarde difundido em outros países de língua inglesa – tem sabor bem diferente da versão processada. Ele é suave e pode ter notas aromáticas de nozes, maçã e café torrado.

A aparência também é outra. “A coloração do cheddar legítimo varia naturalmente, do marfim ao laranja, de acordo com a raça do animal que produz o leite, a região onde ele pasta e o tempo de maturação das peças de queijo”, conta Leandro. É o que chamamos de terroir, termo bastante usado no vocabulário dos vinhos e que corresponde a uma combinação de detalhes específicos de solo e condições climáticas de cada região.

O tom laranja do cheddar, por exemplo, vem do leite ordenhado na primavera e no verão, quando a quantidade de caroteno em sua composição é maior. “Há uma tendência em achar que os queijos com mais pigmento são melhores, por isso a indústria acrescenta corante artificial nas massas de queijo processado”, esclarece o especialista. Muitas vezes isso também ocorre com o cheddar natural produzido em outras épocas do ano. Ele recebe corante natural de urucum para ganhar a mesma cor dos exemplares produzidos nas estações mais quentes e aumentar, assim, o seu valor no mercado.

Muitas das receitas que levam queijo Cheddar costumam empregá-lo fundido, na forma de creme, semelhante ao Catupiry. Esta forma, muito comum no Brasil, é derivada do Cheddar Americano, que é um queijo processado, muito diferente da versão original inglesa, que é um queijo natural. O queijo Cheddar inglês não é protegido por Indicação Geográfica Protegida, sendo o termo amplamente utilizado.

Os consumidores brasileiros, hoje, já contam com um verdadeiro Cheddar, da marca SUN VALLEY, produzido com o melhor leite do Brasil: o leite do Cerrado Mineiro.

cheddarimagem


 

A importância do queijo na alimentação de crianças e adolescentes

Ao longo da infância e da adolescência nosso organismo cresce sem parar e essa formação do corpo ocorre graças aos nossos hábitos alimentares. Dentre os alimentos consumidos nessa fase, existem alguns que permitem adquirir uma construção óssea ótima, como os produtos lácteos e mais precisamente, os queijos.

Qual é então o papel do queijo na alimentação infantil?

 

VIRTUDES DO QUEIJO NA ALIMENTAÇÃO INFANTO-JUVENIL

Rico em cálcio, em proteínas, em magnésio e em vitaminas, especialmente A e E, o queijos é um alimento completo e precioso que fortalece os ossos e os dentes. Age favoravelmente na atividade cardíaca e na contração muscular, favorecendo as atividades esportivas.

Seu teor de vitamina D, de fósforo e sódio permitem às crianças de se beneficiarem dos elementos nutritivos necessários ao seu crescimento.

Para que as crianças possam se beneficiar de um crescimento sadio e correto é necessário introduzir o queijo em sua dieta o quanto antes, pois sendo rico em vitaminas e sais minerais essenciais, proporciona o desenvolvimento do corpo e o bem-estar da criança ou do adolescente.

Composto dos mesmos elementos do peixe, da carne e dos ovos, o queijo apresenta-se como uma ótima opção de segundo prato, proporcionando uma alimentação sã e equilibrada. O queijo tem papel fundamental na mineralização da estrutura óssea das crianças.

melt

UTILIZAÇÃO DO QUEIJO

O queijo na alimentação infanto-juvenil representa uma excelente alternativa aos produtos açucarados comumente encontrados na dieta das crianças e dos adolescentes. Os jovens podem consumir o queijo de diversas maneiras. Podem colocar duas fatias de queijo entre duas fatias de pão; consumi-lo puro ou em  companhia de frutas, frescas ou secas. Sempre haverá um espaço para o queijo devido à sua enorme versatilidade. Ademais, sendo o queijo um alimento completo, com 99% de digestibilidade, basta uma pequena porção para aportar os nutrientes necessários.

Outro ponto muito positivo é que o queijo se apresenta em inúmeras tipos e formas, o que permite uma variação na forma de consumo, o que estimula a experimentação.

O QUEIJO NA ALIMENTAÇÃO DE CRIANÇAS NA EUROPA

Países como a França, Suíça e Alemanha, possuem programas especiais de incentivo ao consumo de queijos nas idades mais tenras. Os pais são estimulados a enviar sempre queijos para o lanche nas escolas. Como resultado, esses países estão sempre entre os países com maior número de crianças saudáveis e com o peso adequado.

 

 

 

Tuna Melt  (Salada de Atum com Cheddar)
Para 4 pessoas

Ingredientes:
2 pães de Hambúrguer cortados ao meio
4 colheres de sopa de salada de atum (receita abaixo)
1 xícara de Queijo Cheddar Sun Valley ralado grosso

Modo de preparar:

Salada de Atum:

Uma lata de atum em pedaços, drenado.
2 colheres de sopa de aipo ou salsão picado

2 colheres de sopa de cebola roxa picada

1 colher de sopa de salsinha picada

1 colher de sopa de mostarda com grãos.

Pimenta branca moída a gosto

Sumo de limão a gosto

 

Finalização

 

Disponha duas colheres de maionese de atum sobre cada fatia de pão

Acrescente o Cheddar ralado sobre a maionese

Leve ao forno para gratinar, até o queijo derreter

Sirva com batatas fritas ou outra guarnição 

TORTA DE ESPINAFRE E QUEIJO FETA SUN VALLEY

 

INGREDIENTES:

1 folha de massa folhada que cubra toda a fôrma

2 colheres de chá de azeite de oliva

1 cebola média cortada em fatias finas

2 colheres de chá de alho picado

1 maço de espinafre

100g de queijo Fresco Culinário tipo Feta SUN VALLEY

2 ovos

100g de iogurte natural sem açúcar

1 colher de sopa de manjericão

 

MODO DE PREPARAR:

Unte uma fôrma de mais ou menos 20 centímetros cobrindo-a com a massa folhada. Com um garfo faça pequenos furos na massa. Asse por 10 minutos a 180 ° C. Retire do forno e pressione levemente a massa para aderir bem ao fundo da fôrma.

Em uma frigideira grande, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho até a cebola ficar macia. Acrescente o espinafre picado. Mexa levemente até o espinafre começar a murchar.

Espalhe o queijo esfarelado sobre a massa na fôrma, cubra com o espinafre. Bata os ovos, o iogurte natural e o manjericão.

Despeje sobre a mistura de espinafre e leve ao forno por 25 minutos a 180 ° C.

Sirva a torta quente, como entrada ou fria com salada.

SALADA DE MELANCIA COM QUEIJO FETA SUN VALLEY

 

Para 4 pessoas

 

INGREDIENTES:

800g de melancia cortada em cubos 

1 xícara de folhas de hortelã

100g de queijo Fresco Culinário tipo Feta Sun Valley,  picado grosseiramente

3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem

2 colheres de sopa de vinagre balsâmico

 

MODO DE PREPARAR:

Coloque os cubos de melancia

Adicione as folhas de hortelã

Acrescente o queijo Culinário tipo Feta

Reque tudo com o azeite e o vinagre balsâmico

Mexa com cuidado para não quebrar os cubos de melancia

PROVOLETA A LA PARRILLA

Para 4 pessoas (4 provoletas)

 

INGREDIENTES:

4 fatias de Provolone Hebrom

Orégano ou chimichurri

Pimenta vermelha seca (opcional)

 

MODO DE PREPARAR:

Na churrasqueira:

Coloque as fatias de provolone sobre a grelha a uma altura média.

Quando a massa do queijo ameaçar derreter, vire as fatias e tempere a parte assada com o orégano, a pimenta vermelha seca ou o chimichurri

 

No forno

Coloque as fatias diretamente sobre a grelha do forno e siga os mesmos passos da churrasqueira

 

Na chapa

Unte a chapa com manteiga. Disponha cada fatia e deixe até perceber o início do derretimento. Vire a fatia, tempere e ao iniciar o derretimento, retirar.

FONDUE AMERICANO (com Queijos Cheddar e Monterey Jack)

 

INGREDIENTES:

130g Queijo Monterey Jack Sun Valley (1/2 tablete) ralado

280g de Queijo Cheddar Tradicional Sun Valley (1 tablete) ralado

1 copo e meio de vinho branco seco, de preferencia Riesling

1 dose de Bourbon ( Whiskey americano )

1 colher (chá) de condimento de mostarda

1 dente de alho

 

MODO DE PREPARAR:

Aqueça a panela (caquelón) e passe o dente de alho por toda a superfície. A mostarda deve ser diluída em meio cálice de vinho branco e espalhada sobre o fundo e as bordas da panela aquecida. Antes da mistura secar deite o vinho e proceda da mesma forma que as outras receitas de fondue, acrescentando os queijos aos poucos e mexendo sempre até conseguir uma massa homogênea. 

COUVE-FLOR AO MONTEREY JACK

Para 4 pessoas

INGREDIENTES:

1 cabeça de Couve-Flor

1 xícara de chá de creme de leite

130g de Queijo Monterey Jack Sun Valley ralado ou em tirinhas

1 colher de sopa de manteiga

Noz moscada para ralar

Sal e pimenta do reino a gosto

 

MODO DE PREPARAR:

Ferva a cabeça de Couve-Flor, de preferência à vapor. Não termine o cozimento para a Couve-Flor permanecer al dente.

Unte uma fôrma refratária com a manteiga.

Disponha as flores da couve em toda a fôrma, em camadas.

Tempere com o sal e a pimenta

Regue com o creme de leite, cuidando para cobrir todas as flores

Espalhe o queijo Monterey Jack Sun Valley sobre a Couve-Flor

Leve ao forno, a 180º C por cerca de 15 minutos, até o queijo gratinar.

Retire do forno e polvilhe a noz sobre o gratinado.

BOLO DE QUEIJO COALHO E TOMATE

 

INGREDIENTES:

. 1 ovo

. 1/2 xícara (chá) de óleo

. 1 cebola pequena picada

. 1/4 de xícara (chá) de leite

. 7 colheres (sopa) de farinha de trigo

. 5 colheres (sopa) de queijo Parmesão Hebrom ralado na hora

. 1 colher (sobremesa) de fermento em pó

. Sal e pimenta-do-reino a gosto

. 3 tomates sem pele e sem sementes cortados em cubos

. 1 xícara (chá) de Queijo de Coalho Hebrom cortado em cubos pequenos

. Folhas de manjericão picadas a gosto

 

MODO DE PREPARAR:

 

1. Aqueça o forno a 200 ºC.

2. No liquidificador, bata o ovo, o óleo, a cebola, o leite, a farinha, o queijo parmesão, o fermento, o sal e a pimenta.

3. Sem bater, apenas misturando, acrescente o tomate, o queijo de coalho e o manjericão, reservando um pouco do queijo e do tomate para a decoração.

4. Ponha em uma forma tipo bolo inglês, de 20 x 10 cm, untada e enfarinhada com farinha de trigo.

5. Leve ao forno por cerca de 35 minutos.

 

Para servir: cubra o bolo com pedacinhos de tomate e queijo de coalho para enfeitar e regue com azeite.

Bolinho de arroz com carne seca e queijo meia cura

Para 4 pessoas (12 bolinhos)

 

INGREDIENTES:

 

Risoto

1 cebola grande picada em cubos

Azeite de oliva

2 colheres (sopa) de manteiga

2 xícaras (chá) de arroz arbóreo

1 xícara de vinho branco seco

3 xícaras de caldo de carne

250 g de carne seca desfiada (previamente dessalgada e cozida em água)

Sal a gosto

 

Feijão

250 g de feijão cozido e temperado

 

Montagem

3 ovos ligeiramente batidos

Farinha para empanar

250 g de Queijo Meia Cura Hebrom cortado em cubos

Óleo para fritar

 

 

MODO DE PREPARAR:

 

Bata o feijão no liquidificador até obter um caldo grosso. Volte para a panela e deixe cozinhar em fogo baixo.

Em outra panela, aqueça uma colher de sopa de manteiga com um fio de azeite e frite a cebola até ela ficar transparente. Acrescente o arroz e mexa durante 1 minuto.

Jogue o vinho branco seco e espere evaporar. Na sequência, adicione uma concha do caldo de carne e uma do caldo de feijão, que já devem estar fervendo. Mexa e, quando o líquido reduzir, adicione mais uma concha de cada um dos caldos. Continue este processo, sem parar de mexer, por 16 minutos, que é o tempo necessário para o risoto cozinhar.

Antes de adicionar a última concha, acrescente a carne seca. Quando o risoto estiver al dente, acrescente a outra colher de manteiga, misture bem e desligue o fogo.

Transfira o risoto para um recipiente, cubra com uma toalha e leve à geladeira por 30 minutos.

 

Montagem

Com uma colher de sopa, pegue porções do risoto e achate com os dedos.

Acrescente um cubinho de queijo no centro e feche a massa, formando o bolinho.

Passe-os primeiro no ovo e depois na farinha e frite em óleo bem quente.

Sirva acompanhado de pimenta.

Pagina 2 de 2

Fale Conosco